quarta-feira, 27 de julho de 2016


 XODOZINHO DA MAMÃE


Adorei conhecer o blog , é bom saber que não é só eu que sofro desse mal.
Bom conheço minha sogra a anos, frequentei a casa dela durante 6 anos como 
amiga, pois estudei com a minha cunhada por todo esse tempo.

Ela sempre me tratou bem e me elogiava sempre, eu era noiva de uma outra pessoa e tudo parecia bem .
ATE QUE EU E MEU NAMORADO NOS APAIXONAMOS ..!

Eu terminei meu noivado, e em seguida começamos a ficar, foi intenso e estranho , porque nos conhecíamos tanto tempo 
e só depois nos apaixonamos.
Ele contou para ela, no começo ela achou maravilhoso
(apesar dele ser o xodozinho dela).



Só durou um mes a paz, porque em uma bela manhã passei na porta da casa dele, ela virou a cara para  mim, e no mesmo dia disse para meu namorado 
não me levar mais lá, porque ela não queria minha amizade.
ISSO FOI O AVISO QUE A GUERRA ESTAVA PARA COMEÇAR ...
Depois disso ela começou a ir de casa em casa da família dela para falar mal de mim, e manipular todos para serem
contras também ao nosso namoro, a partir disso
 NUNCA FUI EM NENHUM EVENTO DA FAMÍLIA DELE .
Porque ela ameaça se eu for ela não vai.E muito chato porque meu namorado fica sem saber oque fazer, porque as vezes ele quer ir, mais também não quer me deixar um domingão em casa sozinha.
Ela liga de 10 em 10 minutos quando estamos juntos , ate na porta da minha casa ela já foi buscar  ele, EU NÃO POSSO PARAR O MEU CARRO NA PORTA DA CASA DELE , poque a ultima vez que fiz isso ele ficou aos berros dentro da casa dela que do meu carro com o som ligado eu ouvi.
 
 
ELA FICA 24 HORAS NO FACEBOOK, e claro que eu entro no dela para saber oque ela anda falando de mim, vocês não tem noção das publicações dela, tudo relacionado ao meu namoro , coisas baixas. 
E se eu posto uma foto com ele, ela ate chora de raiva.
O coitado do meu namorado pena, o dia que ela descobriu que ele me deu a aliança de compromisso, ela junto tudo que ele ja tinha dado ela de presente , vestidos, blusas , livros etc fez uma FUGUEIRA E COLOCOU FOGO . E DE ARREPIAR 
Na verdade penso que ela teria que fazer uma terapia, porque ela e surreal criou um ódio tão grande mim, que não consegue se controlar. Temos 1 ano e 6 meses de namoro e nada mudou .
E quando ela fizer mais alguma venho aqui conta para vocês. 
Bjx 

quinta-feira, 26 de junho de 2014

SOGRA MALA GRUDENTA

Namoro a 2 anos..e tenho encontrado algumas dificuldades no meu namoro por causa da SOGRA. 
Meu namorado é filho único, e mora com a mãe, a avó e o tio.
 Bem, desde as primeiras vezes que fui a casa dele percebi que não seria fácil, eles tem uma relação de muito apego, mas apegados mesmo...chega a ser exagerado. Ele dá mil abraços na mãe...e ela tbm...na verdade...ela acostumou ele assim...super dependência afetiva. 


O fato é que parece que eu vou roubar o filho dela, ela realmente o trata como uma propriedade dela. Logo nas primeiras vezes q fui lá, ela me largou algumas, mas sempre quando ele não está por perto, geralmente quando ele vai tomar banho...vou citar aki as pérolas: - agora que meu filho colocou um negócio próprio, não vai ter tempo pra namorar. Minha resposta: Eu sei muito bem como é ter uma empresa, tenho meu pai como exemplo em casa. Outra: - Tua irmã parece bem mais alegre que vc, vc tem jeito de triste. Essa eu nem respondi, afinal quem tem depressão é ela, eu não ! Outro: meu filho ta cada vez mais magro...baixinha quando ele vai lá na tua casa ele come ? ¬¬  Fiz ele mesmo responder a pergunta.
 Outro fato: ela não me chama pelo nome, me chama de BAIXINHA sempre (detalhe: ela é menor que eu, mas me parece que ela quer me diminuir).....e as vezes me chama pelo nome da EX.
Isso eu já falei pro meu namorado que não gosto, e recebi um nome pra ser chamado por ele. Além das diretas que ela solta, ela interfere indiretamente através do meu namorado, ela reclama que ele fica pouco em casa nos finais de semana ( isso é, quando ele está comigo), não deixa ele esquecer nenhuma roupa na minha casa, 2 anos de namoro e nem uma cueca ele pode deixar na minha casa, se eu fico muitos finais de semana sem ir na casa dele, ela fica perguntando quando vou ir lá..pra ele.



Além disso, "ela" comprou um carro, mas detalhe, ela não consegue dirigir, suponho eu que comprou justamente pra fazer ele levar ela nos lugares que ela quer, e outro detalhe, ela convida todos os parente pra saírem com ela e o filho pra lotar o carro e eu não ir junto. 





Detalhe: ela teve um AVC a uns 9 anos atrás...ficou com os movimentos mais lentos, mas nada que impeça ela de se locomover e tals. Mas, justamente por isso, parece que meu namorado se sente culpado por isso e pela separação dos pais e ele faz exatamente tudo pra ela. Já cheguei a dizer que ele parece marido da própria mãe e não filho. 
Outro detalhe: ele paga imposto da casa, dos carros...ainda faz as compras do mercado e sempre vejo ele pagando.


 O fato é que ele não tem nem um quarto pra ele, ele divide o quarto com o TIO  e a VÓ, e guarda as roupas dele no quarto da MÃE, no guarda roupa dela. Eu sinceramente acho isso demais, onde está a privacidade dele ?! 
Creio eu que ele gostaria de ter pelo menos um quarto pra ele...por isso...em 2 anos de namoro dormi umas 2 vezes na casa dele...(no quarto da sogra) ...
O que eu não acho nada legal.
Percebo que ele é tratado como um escravo em casa, e ele foi ensinado a se colocar SEMPRE em ultimo lugar, pra dar pra mãe e a avó tudo que elas querem. Ele faz tudo por elas, e elas ainda reclamam dele.


Por favor, me de um conselho de como lidar com a SOGRA e com esse fato de ele não ter privacidade nem pra ele...as vezes eu sinto dó dele, mas ao mesmo tempo, ele é que permitiu isso. Gosto muito dele, apesar da mãe, ele tem uma cabeça muito bem formada pra idade dele (24 anos).

Eu não sei se devo falar na cara dela quando eu não gosto das picuinhas dela..ou se devo continuar fingindo que está tudo bem.
Queria muito dizer pra ele que ele deve ter um quarto só pra ele, acho que isso é pouco por tudo que ele faz....se mata trabalhando e não tem o mínimo de conforto.

(História real enviada pela leitora do blog pelo e-mail experienciacomasogra@hotmail.com)
Participe também!!!
Sua participação é muito importante!
Nora;)
MINHA SOGRA NÃO É NORMAL


Adorei conhecer o blog , e bom saber que não é só eu que sofro desse mal.
Bom conheço minha sogra a anos, frequentei a casa dela durante 6 anos como 
amiga, pois estudei com a minha cunhada por todo esse tempo.

Eu terminei meu noivado, e em seguida começamos a ficar, foi intenso e estranho , porque nos conhecíamos tanto tempo e só depois nos apaixonamos.Ela sempre me tratou bem e me elogiava sempre, eu era noiva de uma outra pessoa e tudo parecia bem .
ATE QUE EU E MEU NAMORADO NOS APAIXONAMOS ..!


Ele contou para ela, no começo ela achou maravilhoso
 (apesar dele ser o xodózinho dela).
Só durou um més a paz, porque em uma bela manhã passei na porta da 
casa dele, ela virou a cara para 
mim e no mesmo dia disse para meu namorado não me levar mais lá, porque ela não queria minha amizade.
ISSO FOI O AVISO QUE A GUERRA ESTAVA PARA COMEÇAR ...


Depois disso ela começou a ir de casa em casa da família dela para falar mal de mim, e manipular todos para serem contras também ao nosso namoro, a partir disso NUNCA FUI EM NENHUM EVENTO DA FAMÍLIA DELE .Porque ela ameaça se eu for ela não vai.É muito chato porque meu namorado fica sem saber o que fazer, porque as vezes ele quer ir, mais também não quer me deixar um domingão em casa sozinha.

Ela liga de 10 em 10 minutos quando estamos juntos , ate na porta da minha casa ela já foi buscar  ele, EU NÃO POSSO PARAR O MEU CARRO NA PORTA DA CASA DELE , poque a ultima vez que fiz isso ele ficou aos berros dentro da casa dela que do meu carro com o som ligado eu ouvi.







ELA FICA 24 HORAS NO FACEBOOK, e claro que eu entro no dela para saber oque ela anda falando de mim, vocês não tem noção das publicações dela, tudo relacionado ao meu namoro , coisas baixas. 
E se eu posto uma foto com ele, ela ate chora de raiva.
O coitado do meu namorado pena, o dia que ela descobriu que ele me deu a aliança de compromisso, ela junto tudo que ele ja tinha dado ela de presente , vestidos, blusas , livros etc fez uma FUGUEIRA E COLOCOU FOGO . E DE ARREPIAR 



Na verdade penso que ela teria que fazer uma terapia, porque ela e surreal criou um ódio tão grande mim, que não consegue se controlar. Temos 1 ano e 6 meses de namoro e nada mudou .
E quando ela fizer mais alguma venho aqui conta para vocês. 
Bjx 

(História real enviada por leitora do blog através do e-mail experienciacomasogra@hotmail.com)

Nora;)

sábado, 25 de janeiro de 2014

Desesperada ...


Vou tentar resumir minha história ...
 
Bom eu  idolatrava minha sogra, 
nós moramos em um lugar pequeno desses que todo mundo conhece todo mundo, e me apaixonei, ou melhor eu e meu marido nos apaixonamos e resolvemos namorar. 


Ele é filho único e tinha muito mais ''dindim'' do que eu, e tinha medo de ficar com ele porque sabia dos comentários, pois então, comecei a namorar, amava meu namorado e a família dele, minha sogra é do tipo a mulher cobiçada do lugar linda, magra, rica educada, boa, que vive totalmente pra aparência física e social entre as pessoas . Eu  a admirava, por isso, ela também é conhecida por ter sofrido nas mãos da sogra e nunca ter feito nada, resumindo ela é uma Santa para todos que a conhecem, e pra mim era também até ela começar a soltar as azinhas dela.
Bom eu e meu marido somos meio que frente de algumas pastorais da igreja católica aqui do nosso lugarzinho e ela também é, e lugar pequeno tem muitas fofocas e é claro que comigo não ia ser diferente, uma pobretona namorando um riquinho. 
Pois então aconteceu um desentendimento, entre eu e uma moça, daqui que gostava do meu marido, ela mentiu e eu chameia atenção dela e ela não gostou nada, então ficou feia a coisa e pra piorar era prima da de 900 grau da minha sogra, então o bicho começou.
Meu marido começou a me contar certos comentários dela que ele achava e acha até hoje que essas coisas não me afetavam,  a minha querida sogra a santa da qui começou a falar pra mim pra pessoas que ela sabia que não iam me contar , mau sabia ela que o seu filho me contava tudo. 


Ela começou a falar que a culpada por tudo era eu , que eu estava colocando ele no mau caminho, o que que as pessoas iam pensar dele e dela e da família, que eu mandava nele, que eu não servia pra ele, nós não podíamos, faltar em nenhum compromisso da igreja, ou fazer qualquer coisa que ela não concordasse que a culpa era toda minha, que eu manipula-va ele, Meu Deus, quando o meu marido me contou isso meu mundo caio, aquela pessoa que eu admirava era uma verdadeira cobra, então, todas as vezes que ela falava mau de mim, eu ia na casa dela pra ver a reação dela, parecia que ela nunca havia falado nada de mim, uma santa boazinha faltava me carregar no colo, Falsa. Comecei a observa-la na verdade tudo que ela faz e fazia era pra ela mesma pra ser elogiada entre as pessoas,  pra manter a aparência pra que ela seja sempre a melhor. Na frente das pessoas era uma coisa por traz, ele metia o pau na pessoa pra mim, e ainda tinha a coragem de dizer só to comentando, controlava o meu marido nós nunca tivemos, vontade própria e quando íamos contra a dela chorava o dia inteiro isso é verdade o dia inteiro. Fora outros detalhes ,comecei a clarear o cabelo ela começou também, parei de comer doce pra emagrecer, hoje ela ta mais magra do que eu, mando uma costureira fazer uma roupa pra mim, ela vai e manda fazer dez pra ela, faço a unha, ela faz também, faço escova pois os nossos cabelos são cacheados, ela faz também, compro um calçado ela compra também, faço amizade com uma pessoa não sei como que ela consegue fazer também , faço um bolo, comida, convido alguém pra vir na minha casa ela faz também, e a mais nova é que eu comentei que o meu sonho é fazer um jardim aqui em casa, adivinha quem ta com um jardim maravilhoso, adivinhou, ela, eu queria uma pata de elefante essas plantas ai sabe,  ela tem duas, e ela ainda falou pra mim que não gosta das coisas delas parecida com as dos outros, então não vou poder comprar mais, e pra todo mundo ela é uma santa, hoje eu to casada arrumei minha casa e tal e  ela mobilhou a casa dela inteirinha de novo e com coisas que eu queria, e mil vezes melhores do que as minhas, ela faz tudo que eu faço só que mil vezes melhor parece que é pra me humilhar, conseguiu ficar mais bonita do que era e do que eu, tem uma pele perfeita, um rosto perfeito, um corpo perfeito, já me falaram diversas vezes tua sogra é uma Santa e eu tenho que concordar mesmo sabendo da cobra que ela é, e que fala de tudo mundo, ela é esperta tenho que admitir, sabe pra quem fala as coisas, apesar de que errou com o filho e com outras pessoas que me contaram tudo. Até hoje ela consegue mandar no meu marido sofro muito com isso, e aquela que eu admirava hoje eu odeio não quero odiar ela mais é que é tão difícil pra mim Por favor me ajudem !!! 


 E pior eu não posso desabafar com ninguém por aqui pois eu não confio, não quero falar pro meu marido porque tenho dó dele, só quero ajuda pra Amar Ela e ter minha auto- estima de volta pois cada vez que eu estou no mesmo ambiente que ela as lembranças voltam em minha mente e fico com cara fechada, sem contar que me sinto um Lixo perto dela, horrível, gorda, feia, quero ser feliz novamente, quero controlar minha vida, quero ser feliz com Meu Marido e apesar de tudo quero amar a minha sogra perdoar e não ter inveja dela, e Me amar também pois não gosto de mim mais. Se tiver alguém que possar conversar e me ajudar agradeço !!!  
 Tem outras coisas que aconteceram mais fica pra próxima ...

(História enviada pela internauta através do e-mail experienciacomasogra@hotmail.com foi solicitado que não fosse divulgado o nome) 

"Agradeço sua participação!"
Nora=)

sábado, 22 de setembro de 2012

A ponto de ficar louca (nora)


Bom dia pessoal,

Em muitas pesquisas pela internet, encontrei por acaso este site. Sempre leio histórias mas nunca tive tempo o suficiente para escrever.

Bom, mas vamos a história.

Namoro á quase 3 anos e a pouco mais de um ano ficamos noivos. Meu noivo é o mais novo de 4 irmãos, ele hoje com 32 anos eu com 27, mora com a mãe de
73 anos.
Desde o começo não foi perfeito como são com algumas pessoas, desde o primeiro dia que a vi, meu santo não bateu com o dela.



Eu moro sozinha, e no começo do nosso namoro eu não trabalhava, ele me ajudava com tudo. Como o pai dele tinha dado um AVC, e eu em casa á toa ia dia sim dia não pra ajudar minha sogra. 
Nos outros dias eu eu não ia, tinha uma enfermeira pra cuidar dele. Moramos muito perto um do outro, então saia de casa cedo e ficava até á noite na casa dela, eu sempre ouvia algumas piadas, mas nunca levei na maldade pensava que era coisa de gente mais velha que não tinha o que falar e fazer. 
Certo dia que a enfermeira estava na casa dela e eu também, ela perguntou de quem era uma foto de uma moça que estava no porta retrato junto á vários outros. Ela respondeu perto de mim que era a NAMORADA do Paulo (nome fictício). 
Eu fiquei sem saber o que falar na hora. Num impulso de raiva. Perguntei pra ela se o filho dela tinha duas namoradas e que aquela não era a ex que tinha traído ele?





A resposta foi simplesmente que hoje todo mundo trai mesmo e que ela gostava demais dessa ex dele. A enfermeira viu o meu estado, e ainda brincou pra eu não ter ciúme porque eu era muito mais bonita que a ex. 

Mais tarde chegando na minha casa, desabei em choro, pensando como poder existir uma pessoa assim. Eu dentro da casa dela ajudando-a no que ela precisava, mas ao mesmo tempo me agredindo o tempo todo, me colocando contra o filho e colocando o filho contra mim. 



Ele chegou na minha casa e viu meu estado. Eu não agüentei e infelizmente soltei tudo que tinha vontade de falar, que ela não poderia fazer isso comigo, e que não foi a primeira piada dela comigo. Ele pediu pra eu ter calma que ela era velha e que sempre foi assim COM TODAS as ex namoradas dele.
 (POR ISSO ACHO QUE ATÉ HOJE ELE MORA COM ELA).


Como eu sou uma pessoa boa e muito prestativa, continuei indo e ouvindo as piadinhas dela. Meu noivo á uns dois anos atrás tinha um caminhão, então trabalhava aqui dentro da cidade mesmo. E quase todas as noites as noites ia dormir comigo, ela não gostava porque acabava deixando ela sozinha só com o marido. Ela falava para a empregada dela coisas absurdas, se referindo á mim como se eu fosse uma mulher qualquer que não tinha família, que não tinha índole.




 Por muitas vezes tive que escutar ela jogando indiretas pra mim em relação á ele dormir comigo. Em meio á todo esse tempo meu sogro veio a falecer em Janeiro de 2011. Deus á de me perdoar o que vou falar, mas eu não sabia se a situação iria melhorar ou piorar pra mim. Depois do acontecido tentei ficar mais maleável com ela e tentar viver bem, pelo menos fingir. Durante o ano passado todo ele nunca mais dormiu comigo, eu dormia quase todos os dias e todo fim de semana na casa dele.

Ele não ia na minha casa pra nada. 
E durante todo esse ano, ela fez de tudo para chamar á atenção dos filhos, todos faziam tudo que ela queria, como se fosse uma criança, ela não aceita estar errada em nada é a dona da razão. Eu não agüentava ver os xiliques dela. 
Pensava, meu Deus até quando vou aturar isso? E nisso as brigas entre eu e ele só aumentavam. 
(SEI DEMAIS QUE SOU COMPLETAMENTE ERRADA, PORQUE TENHO UM HOMEM MARAVILHOSO AO MEU LADO E QUE NÃO ME DEIXA FALTAR NADA) e também que ele não tem culpa de nada do que ela faz comigo. Sei que ele vive no meio de um fogo cruzado, tenta viver bem dos dois lados e sei também que não posso falar mal dela pra ele porque independente de tudo é a mãe dele. 

Bom… final do ano passado ele resolveu comprar uma carreta e vender o caminhão e passar a viajar (TRABALHAR COM O QUE ELE REALMENTE GOSTA). Vocês imaginam como a mãe ficou ne?! O filhinho mais novo saindo de casa pra passar dias ou até semanas fora do ninho. (AHHH… ESQUECI DE COMENTAR. ELA ARRUMA A CAMA PRA ELE DORMIR E COLOCA O PIJAMINHA EM CIMA DA CAMA). 
No começo de Fevereiro desse ano ele começou as viagens. Eu tentei entender o trabalho dele, é o que ele gosta, acho mesmo que tenho que apoiar. Pra minha sogra não dormir sozinha eu ia todos os dias que ele estava ausente dormir com ela, só que percebi que não tinha jeito mesmo de manter a boa vizinhança. 


Sempre tinha alguma coisa pra me alfinetar, ela implicava que ele me ligava várias vezes ao dia e não ligava pra ela. Dormi com ela até á alguns meses atrás, foi até eu não agüentar e falar tudo pra ele de novo o que ela fazia comigo ou falava. Ele achou melhor eu não ir mais na casa dele, que eu não precisava mais dormir lá , porque eu ia e sempre voltava mal e que ela não sabia me agradecer pelo o que fazia. Parei de ir e até de ligar pra ela e como ela é pirracenta também não me ligava, deve ter ficado com raiva porque parei de ir lá e não falei o porque. 





Durante todos os dias que ele está fora, saio de manhã para trabalhar e só volto á noite. Passo fim de semana dentro da minha casa, se tem uma coisa que não gosto é traição e falta de respeito no relacionamento.
Evito  sair de casa pra não ter os comentários maldosos das pessoas, e também não acho justo eu sair pra passear enquanto ele está passando noites sem dormir. Depois que ele passou a viajar, acho que pela saudade, ele voltou á dormir comigo assim que chega. 
Aí que piorou mesmo, porque ele chega e vai pra minha casa, a mãe dele já deixou claro pra ele que poderia chegar e dormir com ela também. Eu fico pensando quando nos casarmos, e penso também que ele não case comigo enquanto ela estiver viva,  não sei porque muitas vezes que brigamos eu entendi isso. 
Mas ele diz que não é isso.
 E se for desse jeito? Cobro muito dele em relação á isso, porque não acharia justo depois dele não ter ninguém mais pra cuidar dele, aí sim ele resolver assumir um casamento comigo. Eu sinto que estou á ponto de enlouquecer, por morar sozinha e não ter família aqui, fico guardando tudo dentro de mim ou estouro com ele que não tem culpa de nada. Vou passar á ir em consultas com psicólogo, coisa que nunca precisei, porque não sei mesmo lidar com a situação. Amo ele demais, mas vivo triste por dentro, por causa de uma pessoa que eu não deveria não dar ouvidos, porque sei que a tendência é piorar a cada dia mais. Escrever esse texto foi um grande desabafo pra mim, sinto que a qualquer momento vou explodir de tanto ódio e mágoa. 
Sentimentos que nunca senti durante toda minha vida, mas sinto agora logo pela mãe da pessoa que tanto amo e respeito. Peço que me dêem conselhos de como lidar com isso.
Abraços,
Renata.

História enviada pelo e-mail experienciacomasogra@hotmail.com

Agradeço sua participação e estou a disposição quando precisar desabafar!

Abraço forte desta que te entende perfeitamente,
Nora;)

terça-feira, 4 de setembro de 2012

MINHA SOGRA NÃO PRESTA

Olá, encontrei o site por acaso no google e lendo as histórias decidi então participar também.
Para variar eu tenho uma sogra que eu desejo que suma do mapa!
Me chamo Marcos, namoro minha namorada há 1 ano e 8 meses.
Minha sogra é um pé no saco pra não falar outra coisa.


Ela acha que eu não tenho uma capacitação profissional e acadêmica suficiente para casar com a filha dela.
Sem falar que ela não me acha bonito o suficiente também e diz que se a gente der netos um dia pra ela se parecerem comigo será um desgosto.
A decepção maior será minha, se a gente tiver e parecer com ela!
Ja ouvi cada desaforo e indireta que minha vontade é de socar a cara dela até deformar.
Um dia se ela conseguir destruir meu namoro eu nem sei o que faço pois tudo tem limite.
Ela me recebe mal na casa dela, fica ligando pra minha namorada a cada 10 minutos quando saimos e fica apresentando filhos de amigas dela pra minha namorada, convida eles e trata eles bem na minha frente na casa dela.

Fomos viajar e ela inventou de ir junto, minha namorada é filha única e grudada com essa jararaca, a viagem foi uma merda, simplesmente por que ela foi junto atrapalhar.
Não podia decidir nada com minha namorada que ela se metia, onde a gente ia, ela que decidia, onde a gente comia ela que decidia, onde a gente se hospedou, ela que decidiu, mas a conta ela não pagava, ai eu ganho o suficiente.


Quando eu recebo e ela fica sabendo vem querer me sugar, velha aproveitadeira.
Eu no começo ficava quieto, agora dou umas respostas pra ela ficar esperta e saber que tenho boca também.
Meu sogro é gente fina, mas acaba as vezes tendo que ficar do lado dela pra não ter que dormir no sofá!
kkkkk


Sei que tem sogra boa, que presta, tem umas que parecem mais ser mães do que sogras simplesmente, mas eu não tive essa sorte!

Se eu não amasse muito minha namorada e não planejasse casar com ela ja tinha saído fora há tempos!!!!

Esse é um resumo do meu problema, um problema chamado:
S O G R A


História enviada para o e-mail experienciacomasogra@hotmail.com pelo leitor Marcos

Obrigado Marcos, continue participando!
bjs
Nora;)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

"Norinhas desesperadas"

Olá norinhas desesperadas!
 Estou adorando este site, pois me ajuda a não se senti só neste mundo sabendo que existem mais pessoas que sofre do mal da sogra.
Irei compartilhar algumas da velha e gostaria que vocês me dessem dicas de como lidar com esta cobra.



“A distancia ideal da sogra é de 5km. Longe demais para vir de chinelos e perto demais para vir de malas” Li esta frase de uma leitora e conclui que infelizmente a minha é a do tipo que vem de malas e fica 15 intermináveis dias hospedada em minha casa, pois a mesma mora a quase 600km de distancia. A única vantagem é que eu demoro a vê-la, porém quando esta chega demora muito a ser despachada novamente.
Costuma dizer que a casa dos filhos dela, é dela também, então não preciso nem dizer o quanto ela é intrometida e sem noção, não é mesmo?
Ela chega tomando conta da minha casa, muda os meus horários e minhas vontades. Se eu levantar do sofá ela já vai logo perguntando aonde é que eu vou, me sinto vigiada o tempo todo e parece que não consigo nem respirar....sou ansiosa, não consigo ficar sentada o tempo todo fazendo sala e escutando aquela voz enjoada ora se lamentando da vida que ela escolheu, ora falando mal dos outros.


Sou o tipo de pessoa educada e atenciosa que não sabe destratar as pessoas e que tem dificuldade para dizer não. É por isso que eu gostaria de alguns conselhos de vocês, fui criada com muito amor pela minha mãe, mas ela nunca me sufocou e não é agora que posso permitir essa velha mandando em mim. Vocês acreditam que ela ainda corta o bifinho para o filhinho de 40 anos???
A velha chega falando até pelos cotovelos, ela tem uma voz muito enjoada e até na hora em que vou dormir continuo ouvindo aquela chata falando no meu ouvido, tenho vontade de me trancar no quarto só para não ter que ouvir ela falando asneira o tempo todo.
Ela acorda bem cedo, gosta de lavar roupas e fazer comida. Não deixa uma peça suja no cesto e me proíbe de fazer comida, faz chantagem emocional dizendo que vai embora na hora se eu fizer algo. O pior é que a velha toma café com muito açúcar (eu com adoçante), faz muitas frituras, e enche a comida de óleo, coisa que eu não tenho costume e detesto. Depois taca na cara que eu estou de folga.
Ela da uma de coitada e de vitima, todo mês deposito dinheiro para ela, porque segundo ela o marido dela não da dinheiro nem para ela fazer a unha. Problema dela com ele, pois ela escolheu passar a vida inteira sem trabalhar e ele tem ótimas condições financeiras, aposentado ele tem diversas casas e continua construindo. Ai chega aqui me aluga de chofer, tenho que leva-la para arrumar o cabelo e as unhas, comprar cigarros, fazer compras no centro....mesmo sabendo que detesto tudo isso, e além de tudo me faz pagar tudo, claro! Lógico que com o dinheiro do filho, mesmo sabendo que estamos juntando para sair do aluguel.


Ela muda meus móveis de lugar sem me perguntar nada e só quando ela vai embora que eu mudo novamente para meu jeito.
O filho dela não pode me dar um filho. A velha ainda não tem netos e sonha com um. Falamos em adotar uma criança, ela disse que não é a mesma coisa, porque não é do sangue dela e não será o mesmo amor. Falamos também em fazer uma inseminação artificial com esperma doado, e ela disse que não vai ser do sangue dela e só meu, portanto, para chamar ela de avó.
Certa vez na hora de dormir, ela pediu ao meu amor que dormisse na cama com ela no outro quarto. Amei ouvindo ele dizer que não. Ela perguntou porque e ele disse: Porque não quero! Tive um orgasmo múltiplo....rsrsrsrsrs.


Sou esposa dele a 6 anos, tenha dó né? Ele me entende....e sabe da mãe que tem, mas eu nunca falo mal dela para ele senão a coisa fica feia.
Ela descobriu que meu amor vai tirar 15 dias de férias agora no final do mês, estávamos planejando uma viagem a dois, bem romântica, mas a velha vai vir se hospedar aqui em casa e depois meu marido quer que levemos ela de carro embora e que fiquemos na casa dela por uma semana, o que para mim é pior do que tortura chinesa.
Na casa dela é pior, ela coloca a gente para dormir separados e não nos deixa sozinhos nem 1 minuto sequer, a noite ela acorda para nos vigiar e deixa isso muito claro. Se ela vê os dois indo até o quarto, ela corre atrás . Me sinto vigiada, sinto falta de ar! Não estou exagerando gente, a velha é louca! Acho que é ciúmes e competição de amor. Mas são amores diferentes o maternal e o do casamento....ela não entende!
É muito ruim ir na casa dela, ficar 2 dias é uma coisa, agora uma semana irei enlouquecer naquela vida de acordar, ficar sentada o dia inteiro ouvindo aquela voz enjoada, fazendo nada, porque ela não deixa a gente sair e se saímos ela vai junto, me ajudem, estou desesperada, não sei o que faço para não ir. Prefiro 1 milhão de vezes ficar em casa sozinha e deixar meu marido ir sozinho com ela, ele que agüente essa velha louca sozinho.
Gente se eu fosse escrever tudo o que essa velha faz e o quanto é intrometida e folgada daria um livro!
Gostaria de uma opinião de vocês como lidar com esta cobra quando ela se intromete demais nas coisas na minha casa, quando ela muda os moveis de lugar e quando quer satisfação dos meus passos até dentro de casa, pois até quando vou ao banheiro ela me pergunta aonde vou (uma vez respondi que ia cagar...rs) e como eu posso fazer meu café amargo e minha comida sem muito óleo na minha própria cozinha?
Eu a trato muito bem e não quero ser mal educada para não piorar as coisas. Gostaria de aprender a dar tapas com luvas de pilica.
Também gostaria de uma dica de como dizer ao meu marido que não quero ir junto nessa viagem de uma semana na casa dela, é difícil, da vontade de engessar um pé...rs mas acredito que nem isso adiantaria...ele ficaria muito chateado comigo se eu falasse a verdade.

Um abraço a todas as noras desesperadas


História enviada pela leitora.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

FRASE DA LEITORA

..."Minha sogra seria trágica se não fosse cômica, afinal de contas ela até que tenta armar o circo, mas como já estou PHD todas as suas más intenções a deixou sozinha no picadeiro pagando de palhaça..."

                                                      (Anônima)



Parabéns leitora e participante do blog...
                    Essa frase foi tão boa que mereceu até destaque!!!
                                                                                         Nora;)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Meus sogros

É dificil encarar certas coisas, uma vez que eu gostava realmente dos meus sogros, pensei ter sorte em  me casar e entrar pra uma família que eu julgava ser tão maravilhosa.
Sempre fui uma pessoa muito família, procurei me casar com uma pessoa que também fosse assim como eu.
O que foi um grande erro.


Durante a festa do meu casamento comecei a perceber os sinais de que minha sogra não era quem eu pensava.Ela tentava ter toda a atenção na festa, procurava tirar meu esposo de perto de mim a todo momento para dançar com ela,  entre outras coisas chatas como comentários e implicancias que eu relevei naquele momento.

O casamento seguiu por um tempo bem.



Logo engravidei, e minha gravidez foi de alto risco,  e logo perdi o bebe.
Minha sogra disse que foi melhor assim pois o casamento da sua filha estava marcado para o mês que estava previsto o nascimento do nenem, e ela não queria ter que perder o casamento da filha ou preparativos por conta de um neto.

Fora isso durante a gravidez minha sogra também fazia comentários do tipo que como podia o médico deixar eu engordar daquele jeito ganhando tanto peso e ficando tão feia, tudo o que qualquer grávida ama ouvir.Ela sempre me alfineta, não perde oportunidade e isso cansa muito, desgasta minha paciencia.

Depois de um tempo engravidei novamente, com facilidade.
Então os meus sogros disseram que não era uma boa hora pra eu engravidar, pois meus pais estavam doentes e quem cuidaria de mim e do nenem quando nascesse.
Ja deixando claro que eu não contasse com eles.

Eles eram totalmente desinteressados por minha gravidez e ausentes.
Quando fiz o cha de bebe, pedi a minha sogra que me desse uma lista de seus parentes para eu convida-los, ela disse que não tinha ninguém pra colocar na lista, para eu convidar amigas minhas e parentes meus.Quase não acreditei.
Ela foi ao meu chá de bebe, ficava medindo os convidados, a mesa, os presentes, tudo o que acontecia, ela estava observando como se fosse uma juiza na festa e fosse dar ao final uma nota.

Minha mãe me mima bastante, sou a única filha mulher dela, ela é muito carinhosa comigo e ficou muito feliz com minha gravidez e isso parece ser algo que incomoda minha sogra, ela gostaria de me ver sozinha no mundo pra me pisar mais, isso é o que parece.


Inacreditavel, sempre me perguntei o que realmente eu fiz para alimentar todo esse ódio, essas ruindades para comigo, porque sinceramente eu não sei.

Ela só tem meu marido de filho homem também, e o chama de bebe!
Porém na época em que namoravamos ela nunca foi contra, apesar de também não dar aqueleeee apoio sabe?
Ela fazia o tipo  neutra, e a família toda se portava igual a ela.
Como se eu fosse só mais uma que ele namorava e que logo ja não faria parte da vida dele, pois ele sempre foi muito namorador quando solteiro.
Talvez ela pensasse que não chegaria em casamento, em netos...Não comigo.
Não sei por que!Isso que é o pior!


Quando o bebe nasceu todos foram a maternidade conhece-lo, me trataram como se eu fosse literalmente a Cegonha que fez a entrega do bebe, não perguntaram se eu estava bem, se precisava de alguma coisa, não trouxeram uma maça para mim.
Me deu vontade de expulsa-los a todos dali, tive um parto dificil, estava esgotada, e eles ali me destratando, porque não foram ao berçario direto, e viram la mesmo?
Mas por amor a meu marido e grande felicidade em que ele se encontrava, naquela empolgação de pai de primeira viagem, querendo exibir seu filho,  engoli mais uma vez esses desaforos.

Passados alguns dias eu ja em casa com meu filho a minha sogra protagonizou uma cena digna de ganhar um Oscar!
Chorou e tudo, disse que estava arrependida, que amava o neto, que queria participar mais da nossa vida e companhia.
Que queria começar de novo e viver o hoje.
Ela nunca comprou um brinquedo ou teve nada em sua casa que indicasse que queria o neto em sua casa.
Quando meu filho tinha 5 meses a família ja estava mais unida comigo, por que ela estava na boa, e eles faziam tudo para não contraria-la, então ela começou a dizer que estava na hora de eu engravidar novamente.
Eu disse que a gente não estava pensando nisso agora, poie logo eu voltaria a trabalhar e só teria os fins de semana para ficar com meu bebe, e meu marido na mesma rotina de trabalho que eu, seria algo fora de cojitação naquele momento.
Que depois que o bebe tivesse uns 2 ou 3 anos a gente poderia pensar nisso.
Ela achou que EU fui rude em minha resposta e meu marido achou que eu poderia ter ignorado ela, deixado entrar em um ouvido e sair pelo outro.

O pior que ela disse que querer ver o neto todos os finais de semana, só iriamos ter os fins de semana pra estar com ele e cuidar dos serviços da casa e planejar algum passeio juntos.
E ela não aceita isso, pensa só nela.Só pra fazer bonito e dizer que se não participar a culpa é minha.
E meu marido não fala nada.
Então eu disse que quando ela quizesse ve-lo que ela ligasse e visse se a gente estava em casa e se não fossemos sair eu a receberia com prazer.Ela ficou uma fera e disse que tem acesso livre na casa do filho, ainda mais quando quizer ver o neto.




Depois disso minha cunhada engravidou, e teve um menino como nós, e a minha sogra montou em sua casa um quartinho pra quando ele viesse para casa da vovó...Pode???
E diz para o meu marido que o motivo dessa diferença toda é minha.
Meu marido não liga para essas diferenças que ela faz entre nosso filho e seu sobrinho, eu porém acho uma falta de noção e bom senso.

Ela me diz muitas coisas longe do meu marido, e quando reclamo para ele ainda tenho que ouvir ele dizendo que não ouviu, então não pode falar nada.Nem quando ele ouve ele fala!
Ela vive reclamando para meu amrido que meus pais veem mais meu filho do que os pais dele, mas eles não fazem por onde estar mais presentes.

Minha mãe cuida do meu filho durante a semana enquanto trabalhamos, ela e meu pai se mudaram mais pra perto da nossa casa e compraram uma casa maior, montaram um quartinho para o neto, e quando ele fica la custeiam todos os gastos, não aceitam que eu pague pra eles nem leve coisas, e minha sogra não suporta isso, vive enchendo a cabeça do meu marido que seria melhor o bebe ficar com uma babá em casa.
Ela nunca se ofereceu para cuidar do neto, não ajuda em nada, e ainda fica perturbando pelo fato de meus pais fazerem algo pelo neto!
Não me conformo com isso.

Ela diz que tem uma baba de confiança que cobraria barato, e que em nossa casa seria melhor para o bebe, ta bom,  seria melhor pra ela, isso sim, viver socada na minha casa fussando em tudo como é de costume dela, quando eu não estivesse e com certeza sendo alguém indcada por ela, não seria de confiança pra mim.
E meu marido da ouvido.E vem argumentar se não é mesmo melhor, pois meus pais cuidam de graça, diz que parece que estamos nos aproveitando deles.

Tudo que ela faz meu sogro concorda e a apoia, é terrivel, como se não bastasse apenas ela.
Eu não consigo perdoa-la por tudo que fez e continua fazendo.
Espero que isso não se transforme em ódio, pois ela acaba atrapalhando o meu casamento, e isso me deixa mais ainda chateada, se meu marido se posicionasse mais sei que viveriamos mais em paz. E nosso casamento seria mais feliz.

Agora estou esperando meu segundo filho, espero que as coisas mudem pra melhor, tenho esperança.
Pois ja pensei em divórcio, mas penso em meus fihos e relevo, mas até quando eu não sei.
Estou tentando dar um jeito de me mudar pra longe, se as coisas não melhorarem, assim com menos contato posso viver mais feliz, pois apenas meus sogros conseguem tirar a minha alegria.


ANÔNIMO
(História enviada por e-mail, a pessoa não quiz ter sua identidade revelada, envie também sua experiência para experienciacomasogra@hotmail.com)


Nora;)